sexta-feira, 25 de abril de 2008

Inesquecível

"Você não vai esquecer a noite de hoje."

Essa aí de cima sou eu falando comigo mesma (blé!!), lambendo minhas crias e assistindo com eles A Fantástica Fábrica de Chocolates... Pouco mais de duas horas atrás.

A versão 'antiga' desse filme povoou minha infância. Me encantava e amedrontava na mesma medida. Sei que minha paixão por filmes em geral, chocolates e por este filme em especial, estão relacionadas de alguma forma.
Já adulta (huahuahua... Desculpe), vários anos depois, pensava se havia me transformado nessa chocólatra por culpa do Sr. Willy Wonka ou, se justamente aquele tanto de chocolate na tela é que me fazia amar tanto o filme.

Enfim... Comparar uma versão com a outra não vale... São dois filmes distintos. Duas produções separadas por mais de trinta anos.

Trinta e tantos anos que me conduziram até aqui. Me trouxeram em relativa segurança até esta camona quentinha, onde me abraçam com os olhinhos arregalados fixos na TV, dois filhos que provavelmente eu nem mereça...

Mas tem plus, tem brinde ainda.

Comentário do Carlos:

- Mãe, só máquinas trabalhando na fábrica, né?! Contratam só máquinas e Oompa Loompas. Se contratassem pessoas, a família do Charlie não passava fome.

Não falei nada, eu juro.
Nem antes, algo que conduzisse a esse raciocínio.
Muito menos depois dele...
A cabeluda aqui, toda engasgada de orgulho e felicidade, tentava então lembrar se, do alto dos MEUS oito anos, quando assisti esse filme pela primeira vez, havia pensado em algo parecido...
Duvido.

5 comentários:

Galmaran disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Serbão disse...

boa, Lili. um guri filho de uma colega nossa de trabalho mandou uma parecida. ela mostrava pra ele uma maquina de escrever:
"olha aqui, filho,vc põe o papel, e escreve as letras."

o menino, maravilhado:
"poxa mãe, JÁ SAI IMPRESSO!"

é...

Flávia D. disse...

hehehe....Dizem que os frutos nunca caem longe do pé...e é verdade! Pode não ter pensando, mas estava em você...
bjos amiga!

Lili ao Leite disse...

Pois é, amigo, eles enxergam longe...

É né, sinhá... E não podemos esquecer que essas crias tem pai tbm, hehehe.

Beijos.

Dedinhos Nervosos disse...

Sabe quando vi o 1º filme??? 2 dias antes de ver a 2ª versão no cinema, já pra lá de adulta. Não sei como ele me passou despercebido na Sessão da Tarde, mas enfim.
Gostei muito das 2 versões, mas as musiquinhas da 1ª são muito mais legais!!!

Ahhh... eu moro pertinho da Fábrica Garoto e já consegui visitá-la. Ainda bem que não tinha visto o filme antes, ou ficaria muito decepcionada.

No meu blog, eu escrevi o Depois do The End, como uma continuação maluca do filme. Quando tiver um tempinho, passa lá.

Bjos.