quarta-feira, 3 de junho de 2009

Ice

Assim. Assim mesmo é que estamos nós, catarinenses.
A máxima hoje aqui no Oeste não passará de 11°. Fez temperatura negativa a noite.
A gente gosta.


A gente xinga. Diz que é o fim do mundo um frio desses. Que é um exagero, que os dedos congelam. Que o carro, a cama, tudo parece estar molhado. Que os ombros doem. Tudo dói.

Mas chama os amigos pra tomar vinho. Sopa de agnoline. Inventa receitas de chocolate quente com cachaça. Capuccino caseiro. Assa pinhão na chapa do fogão a lenha. Queijo na lareira. Veste roupas imensas e quentinhas.

E acaba sempre reconhecendo que o problema não é o frio, é ter de sair de casa cedinho. É trabalhar sentado o dia todo com os pés gelados. É trabalhar na rua o dia inteiro prá lá e prá cá. É passar na padaria depois do trabalho. Mas não o frio. O frio é gostoso.



PS.: Ontem na saída do trampo. Colega reclamando horrores do frio, "dessa nossa região" e outra coleguinha com um ar super descansadinho, ingênuo e solicito: -Por que tu não se muda?

5 comentários:

Flávia D. disse...

Eu tenho pena dos patosos de rua nesse frio...só por isso que não gosto do inverno.
bjos

Josemar disse...

Maravilha. Adoro geada, Adoro frio... Me fez lembrar de uma nevasca, (nevasca?) de uma vez na decada de 80 que nevou ai em Chapecó. Deu sim pra fazer boneco de neve.

Ao Leite disse...

Tbm morro de pena, e muito mais ainda dos humanos se esgueirando pelas marquizes. É a face cruel da coisa, Flavitcha.
Ainda assim eu sou do time que ama friozinho.

Eu também já vi neve aqui, Jose. Bem pouquinha, uns minutinhos numa madrugada logo depois que o CArlos nasceu. Eu estava amamentando e de repente olhei pela janela e... Neve. Chorei, chorei.

Iza disse...

Amiga, eu sempre defendi essa idéia. Frio é bom. Pras férias!! Não pra trabalhar, pegar chuva, pisar nas pedras soltas da calçada e ter que defender seu guarda-chuva do vento. Tanto é que me mudei, e vou passar as férias aí!! :D
Claro que estarei sujeita a isso nas férias, mas sem ter horário pra trabalhar, nem roupa certa pra vestir, nem filho pra levar/buscar na escola... Vou aproveita apenas a parte do vinho, da sopa, pinhão... E trata de agendar alguma coisa gostosa, tá?! Besos!!

PS.: O diálogo do "patrocinador" não foi comigo, foram dois menores (estagiários) conversando no almoço... Tive a mesma reação que você, acredite ou não...

Ao Leite disse...

VocÊ é uma desertora, Iza. Estamos com sauddes. E não, eu não acredito, hehehe. Beijoca