segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Chaps



Feriadão de dia do município. Mas eu trabalho e as crianças tem aula. Blé!

Sem nada pra comemorar, então.

Ainda assim prestemos a justa homenagem à querida Chapecó que aniversaria amanhã.

A imagem que eu mais gosto daqui:
Cachoeira na Trilha do Pitoco.

e a antológica

2 comentários:

Abobrinhas Psicodélicas disse...

Realmente, "meio-feriado" é terrível... De qualquer forma, envio-te um poema para começar a semana. É da poetisa portuguesa Fiama Hasse Pais Brandão.

Um beijão.

"Morosamente correm
água e tempo. Fácil é
metaforizar o tempo
por dados da Natureza.
Água que jorra da boca
do cano de chumbo esvai-se
em velha caleira aberta
cai para o rego
entre pés de feijoeiro.

Acontece
em pormenor um dia algures.
De súbito feijoeiros cruzam-se
ou ventos no encaniçado
passam entre flor e vagem.
As mãos já sem corpo
tacteiam as folhas
acamam no cesto leve
as vagens verdes ignotas.
Serva morta, volta
a crescer da Terra
como as trepadoras."

Ao Leite disse...

Bah, que lindo!

Ótima semana pra ti. Bj.