segunda-feira, 8 de agosto de 2011

da beleza das marcas

Lendo (e amando) A Pequena Abelha, de Chris Cleave.

Sobre cicatrizes (externas, internas e mesmo as que apenas o tempo produz, penso eu):

"... e peço-lhe neste instante que faça o favor de concordar comigo que uma cicatriz nunca é feia. Isto é o que aqueles que produzem as cicatrizes querem que pensemos. Mas eu e você temos de fazer um acordo e desafiá-los. Temos de ver todas as cicatrizes como algo belo. Combinado? Este vai ser nosso segredo. Porque, acredite em mim, uma cicatriz não se forma num morto. Uma cicatriz significa: 'Eu sobrevivi'."

2 comentários:

Anildo disse...

Maravilha Lili. Tenho uma AMIGA que precisa ler isso. Prabens pela escolha do texto.

Beijos do papai.

Ao Leite disse...

Paizinho, eu tenho várias amigas que eu queria que lessem isso.
Obrigada.
Beijo.