terça-feira, 26 de agosto de 2014

Mais doce que amargo.

Pois é. Saí pra comprar cigarro (sabe deus pra que já que eu não fumo) e acabei ficando dois áridos anos sem voltar. Criei outro blog, não rolou. Não foi. Ficou estranho. Tentei delimitar, focar. Como se isso fosse possível pra mim.
Voltei. O "Ao Leite" voltou. Mas mudou. Cês tão vendo, né? Tá limpinho. Tirei um relógio em forma de chaleirinha, um cachorrinho com nome de Cusco com o qual era possível brincar e um monte de links para blogs igualmente abandonados. A lista pretendo refazer assim que sobrar um tempinho. Mas vem cá... Quem era essa mulher com esse blog cheio de "coisinhas fofinhas"? Graças aos deuses pela chegada dos quarenta (e um).
Ah! Pasmem, tirei também o link da minha conta no Orkut. Tava uma tapera esse bloguinho.
E que burra... Fiquei tão assustada quando vi aquele endereço ainda ali parecendo uma camada grossa de poeira que corri deletar. E lá se foi a última chance de resgatar algumas fotos. A senha eu não sei mais. Azar. Nem tô.
Dizem que ninguém mais lê blog. Vai saber.
Enfim... cá estamos. Mais doces que amargos.
Apareçam.

Um comentário:

Anildo Souza de Araujo disse...

Bom retorno filhinha. Ainda que poucos leiam, o blog é algo mais permanente, guarda o que pensamos e expressamos, que é, em síntese, o que somos. Beijos.