segunda-feira, 30 de março de 2009

A palavra vale prata


Você é a favor da liberdade de expressão? É mesmo? Liberdade de quem?

Pergunto porque a bandeira que eu tenho visto tremular é a da liberdade de expressar-se. Expressar-se ela, a pessoa que carrega a bandeira.

Todo mundo quer falar, opinar... Mas uma parcela cada vez maior de pessoas parece não estar disposta a aguentar o repuxo.

Mesmo nessa maravilhosa blogsgera que teoricamente é um espaço de resistência à midia empresarial e um oasis de livre expressão, a simples discordância de um post é tida por alguns como "falta de etiqueta". Só pode bater palmas. Se você não concorda, crie um blog e LÁ de a sua versão dos fatos.

Dirão alguns que é justamente esse o suprassumo da livre expressão. Poder inclusive mandar às favas sem a menor cerimônia quem, segundo meus critérios, não conseguir acompanhar meu raciocínio (brilhante).

Sei não... Penso que, excetuados com muita justiça os comentários grosseiros e desrespeitosos, os demais merecem sempre espaço, alguma reflexão e mesmo um bom debate, se for o caso.
Mas esse fenômeno que se constata na web, reflete apenas o que acontece o tempo todo à nossa volta. Vivemos em um mundo de pessoas e suas "verdades inarredáveis". 

Estamos tão inseguros que nos tornamos arrogantes demais pra ouvir o que quer que seja além da nossa própria voz. 

Confundimos a defesa de princípios (que confiamos ter) com pura vaidade intelectual. Pagamos de espiritualizados, aí tome "Namastê", mas não vemos o sagrado um palmo além do nosso umbigo. 
Confiamos e valorizamos demasiadamente aquilo que sai de nossa boca para ouvir qualquer outro ruído.

Quem nunca esteve em uma daquelas reuniões em que dezenas de pessoas dizem exatamente a mesma coisa? E por que motivo o fazem? Porque em suas cabecinhas, ninguém saberá dizer aquilo de forma tão genial quanto elas fariam.

Pode ser rabujice pré-parabenspravoce, mas eu queria sim, um mundo que ouvisse um tantinho mais. Queria eu também ouvir mais e melhor. Acho que seria bacana, pra variar, mais gente perguntando e menos gente se adonando da verdade.
E você?

Ps.: Não achei créditos da imagem. Se alguém souber...

2 comentários:

Flávia D. disse...

Perfeito!!
Me lembrou de algumas situações...hehehe
bjoos

Ao Leite disse...

Hehehe...
Bjocas, sinhá.