quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

De volta... Ou quase

Longas férias. Necessárias. E merecidas.
E ainda não acabaram. Escrevo pra vocês direto da praia, da minha barraquinha, onde nesse minuto venta horrores, mas não chove, ainda.
O ano passado, ou pelo menos a segunda parte dele, foi de muita mudança. Sabe aquelas famosas voltas que a vida dá? Pois então... Mudamos de endereço, de função no trabalho e de telefone. Mudanças essas que foram produzindo um efeito cascata, alterando nossas rotinas, enfim...

Isso pra não falar do campo pessoal, sobre o qual, em nome da elegância, não mencionarei nada além do fato de me encontrar novamente solteira.

Algumas mudanças produzem dor. E a dor me cala. O som da minha voz lamuriando, chorando pitangas, sempre me soa tão cínica, me irrita tanto que eu me calo, me escondo, emudeço pela absoluta falta de algo interessante pra dizer.

Mas agora já dá pra tentar.
Preciso mostrar (enfim) o apartamento novo, contar da minha nova aquisição aqui na praia, mostrar fotos das férias...
Uma coisa de cada vez e sem pressa, afinal as férias ainda não acabaram. Por enquanto, fotinho da minha atual residência. Que ela aguente bravamente essa noite de ventania.

4 comentários:

Abobrinhas Psicodélicas disse...

Benvinda de volta, minha cara! Estava sentindo falta de uma das minhas amigas virtuais coloradas (a outra é a Flávia)! Espero que a vida na barraquinha esteja bem...rs... Eu agora cá estou aproveitando para te escrever no intervalo de Vasco e América na televisão. E lá fora chove sem parar! Vê se não some mais. Afinal, sentimos falta de seus textos.

Um beijão.

Flávia D. disse...

Assino embaixo do Abobrinhas....não some mais! =)
bjooos

Nani Binder Cerimonial disse...

Oi amore...saudade de tu!!!!
Fica sumida não!
Fica calada não!
Falar é bom, alivia...
Não posso dizer q sou "toda ouvidos" por questões obvias...mas sou "toda olhos" e coração se vc quiser escrever about ok?

Beijokas lindona cabeluda ;)

Ao Leite disse...

E o Vascão levou, né Abobrinhas?
Ventou e choveu horrores de ontem pra cá. Agora passou. Mas a vida na barraquinha vai muito bem sim, hehehe. Bjo.
****
Bjocas, mudica.
****
Nani, meu bem, obrigada!
Te adoro, muié.