quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Post grande, proveito mínimo

Para você que vive em grandes bandos, adora cozinhar só pra você e/ou curte almoçar fora no domingo, é só uma linha de congelados em (maravilhosas!) porções individuais.
Agora,  para quem como eu, passa quase todos os domingos sozinha e tem as opções: preparar uma porção individual de almoço, se arrastar até um restaurante lotado, colocar a cara de pau em dia e filar boia nos parentes ou passar o dia na base do pão, presunto e queijo, trata-se do restabelecimento da dignidade.

O penne ao molho parisiense tem cheiro de almoço, leva cinco minutinhos pra ficar pronto e é bem gostoso. Recomendo.
....

Tinha alguém brincando no Twitter agora a pouco que pra votar no segundo turno tem de levar o RG (ou outro documento com foto) e o certificado de batismo.
Cara, a melhor resposta pra um certo tipo de coisa é mesmo o riso. Ajuda a não enlouquecer também.
....

Não acompanhei nada do salvamento dos mineiros chilenos. Eu sabia que eu ia ficar putamente emocionada. Acidentes de trabalho (que geralmente são causados pelo não respeito de normas de segurança) são das coisas que mais me emputecem na vida. É injustiç elevada à sexta potência.
Mas aí hoje dei uma lida aqui. Cada história... Tem o carinha que mentia pra mãe que trabalhava no comércio, pra ela não ficar preocupada. Tem o cara que ficou soterrado pela terceira vez em 30 anos de profissão. E o cara que tinha duas mulheres disputando o posto de "companheira"e acabou sendo recebido pela amante na saída do buraco?! Caramba. Gente que se agarrou na camiseta do time (e nem eram campeões da américa) e vários se enrolando na bandeira do país.
Voltar pra casa, né?! Quem não quer? Abraçar os filhos, jogar uma pelada, beijar na boca, contar e recontar todo o acontecido para uma plateia boquiaberta. Cometer mais umas tantas mancadas e corrigir as que der, quem não quer?
Quem tá vivo sabe que de uma hora pra outra tudo pode se complicar muito, mas que o contrário também acontece. Você tá lá, crente que já era a sua última fichinha, "game over" pra ti. Só consegue sentir o peso das toneladas de mundo sobre você e de repente, tchaaraaaaannnnn... bônus!! mais uma vida!!!! E lá vai você de novo, tentar quebrar mais um recorde.
Deu pra notar, né?! Eu fiquei de fato, bobamente emocionada.

2 comentários:

Nani Binder Cerimonial disse...

Vou experimentar o menu amiga...adoro essas coisinhas fáceis e rápidas...pra comer =)

Valeu a dica ;)

Ao Leite disse...

Vai lá lindona, que eu sei que você é do time das que trabalham sem almoço em muitos findis.
Bjocas mil. Muita saudade de tu, querida.