quarta-feira, 10 de junho de 2009

É verdade sim, eu vi


Eu tinha esquecido de comentar. Vocês viram um novo reality na TV? Um apresentado pelo Paulinho Vilhena? Um em que o objetivo é catar dinheiro em lugares imundos?

Eu vou repetir, mas não é pra você não. É pra mim mesmo. UM REALITY SHOW EM QUE O OBJETIVO É CATAR DINHEIRO NO MEIO DE AMBIENTES IMUNDOS E PERIGOSOS.

Alguém mais achou o troço putamente deprimente? Assim, de desanimar mesmo.
A (pequena) parte que eu vi tinha pessoas de joelhos num galpão bem baixinho. No meio de palha e muita poeira, com bichos (aranhas, cobras e outros). Catando notas de dois, cinco e dez reais.
O que a TV quer provar produzindo algo assim?




E o Serra dando pau nos estudantes da USP. O ex-presidente da UNE. O presidenciável. O especialista em gripe "do porquinho".

Esse excelente Blog fazendo a cobertura crítica. Vão lá.





Ontem a noite. Eu bordando (sim querido leitor, eu tenho minhas prendas casadoiras) e ouvindo Cazuza.
Fazia um tempão que não ouvia.
As vezes ele não fica com ares de Álvares de Azevedo? Eu acho.
Blues da Piedade. Que coisa essa letra.
Prestenção:

blues da piedade

cazuza

Composição: Roberto Frejat/Cazuza

Agora eu vou cantar pros miseráveis

Que vagam pelo mundo derrotados

Pra essas sementes mal plantadas

Que já nascem com cara de abortadas

Pras pessoas de alma bem pequena

Remoendo pequenos problemas

Querendo sempre aquilo que não têm

Pra quem vê a luz

Mas não ilumina suas minicertezas

Vive contando dinheiro

E não muda quando é lua cheia

Pra quem não sabe amar

Fica esperando

Alguém que caiba no seu sonho

Como varizes que vão aumentando

Como insetos em volta da lâmpada

Vamos pedir piedade Senhor, piedade

Pra essa gente careta e covarde

Vamos pedir piedade Senhor, piedade Lhes dê grandeza e um pouco de coragem

Quero cantar só para as pessoas fracas

Que tão no mundo e perderam a viagem

Quero cantar o blues Com o pastor e o bumbo na praça


Quer ouvir? Quer ver? Escuita aqui, óia aqui(é junho gente, Tem de entrar no clima, uai).
Mas aqui com a (maravilhosa) Cássia, que não achei vídeo com o Cajú.




E daí que meus filhinhos amados foram até o quarto me fazer companhia.

Eu achei que eles não mereciam Blues da piedade ou Ideologia uma hora antes de dormir.

Pensei: Vou colocar algo bem alegre. E saudosista que estava, lacrei Mutantes.

Gente... O que era o acesso de riso do Carlos ouvindo Top Top.

"Mas o que é isso que você tá ouvindo mãe?"
E eu envergonhada, humilhadíssima: "Ah... é uma banda antiga. Ninguém mais ouve."
E o meu pestinha: "Adivinha por que? huahuahuahua..."

É meus caros, como diz o ditado (ainda em clima de festa junina): "A rapadura é doce mas não é mole."


7 comentários:

Haline disse...

A nossa tv está cada vez mais sem criatividade né? Mas o que mais me incomoda mesmo é o lance de ganhar dinheiro se humilhando sabe como? A qtde de programas/jogos/brincadeiras que fazem isso é absurda. No programa do Huck tinha um quadro de orelhão na rua e tals, cara, humilhação total pra ganhar 10.000 sei lá. Acho tão baixo, tão menosprezo de quem é pobre assim. Não é o caso desse, mas é parecido. Nem assisti. A propósito, adoro cazuza!

Abobrinhas Psicodélicas disse...

Olá,

Descobri o seu blog, meio por acaso, através de outros blogs (afinal, não é assim que funciona a blogosfera?). Gostei e vou virar frequentador! Dois breves comentários: 1- também vi trechos do tal programa. Escatologia pura! Mais um serviço prestado pela Rede Globo - uma emissora com responsabilidade social - à sociedade brasileira;
2- Quanto ao que houve na USP, sem palavras. Ontem, comecei a escrever um post para colocar em meu blog, mas a indignação era tanta, que a escrita "travou" e acabei fazendo somente um comentário breve, ao invés do texto mais longo que eu tinha planejado a princípio. Mas o post do blog do Idelber já cumpriu aquilo a que eu tinha me proposto: está realmente muito bom!
Abraços.

Ao Leite disse...

Haline, nem veja. É algo muito degradante, até pra assistir. Uma senhora ajoelhada no meio da sujeira, apavorada, colocando notas de cinco reais dentro da blusa...
Brigadão pela visita.


É bem assim mesmo que funciona, Abobrinha, hehehe.

Modéstia sua... Tá bem bom o post sobre a USP.
Seja sempre muito bem vindo.
Inté.

Abobrinhas Psicodélicas disse...

Caramba, você é rápida no gatilho..rs.. Só esqueci de comentar: provavelmente seu filho, quando for mais velho, vai começar a ouvir mutantes...rs... Vejo isto pelos meus alunos de graduação - principalmente a garotada de primeiro período, na faixa dos 17, 18 anos - que vivem me pedindo dicas de bandas de rock mais antigas! Tudo bem que me sinto jurássico, mas fazer o quê?

Abraços.

Ao Leite disse...

Foi o que eu pensei também: "Deixa estar, filhão. Você ainda vai ouvir isso."hehehe...
Abraço grande.

Ana Paula disse...

Oi, Lili, tava mais do que na hora de eu vir te visitar!
Adorei o teu cantinho aqui, que delícia, a gente se sente mesmo em casa.
Essa é uma das minhas músicas preferidas, do Cazuza, junto com Exagerado, que é bem a minha cara. E Mutantes é bom demais, vamos combinar. Teus filhos vão ouvir sim, e vão gostar. Beijocas.

Ao Leite disse...

Ana, que prazer você aqui. Sou fã da sua escrita e do jeito doce que conduz o Urbanamente.
Seja muito bem vinda sempre.
Bjão.